Notícias

INES assina acordo com Ministério Público para promover inclusão de alunos surdos

 
Imagem de Fatima Santana
INES assina acordo com Ministério Público para promover inclusão de alunos surdos
por Fatima Santana - sábado, 29 Set 2018, 00:47
 

O procurador-geral de Justiça do Estado do Rio, Eduardo Gussem, assinou no dia 17 de setembro, segunda-feira, acordo de cooperação técnica com o diretor-geral do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), Marcelo Cavalcanti, que visa a assegurar e promover o exercício dos direitos da pessoa surda. Entre as medidas a serem adotadas está a contratação de estagiários surdos pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), através do programa “MP Inclusivo”. O acordo foi firmado durante o coquetel de abertura do XVII Congresso Internacional e XXIII Seminário Nacional do INES (COINES 2018), no Centro de Convenções SulAmérica, no Centro do Rio de Janeiro.

Presente no evento, o procurador-geral destacou a importância da parceria: "O INES é uma instituição de referência e realizar este trabalho de ampliação da cidadania só engrandece o papel do MPRJ. Hoje demos um passo importante na caminhada para alcançar a cidadania plena em nosso estado e esperamos que esse casamento perdure por muito tempo”, afirmou. Também estiveram presentes à assinatura do acordo o ouvidor do MPRJ, José Roberto Paredes; a assessora da ouvidoria, Georgea Marcovecchio Guerra; a coordenadora do Cento de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania (CAO Cidadania/MPRJ), Patrícia do Couto Villela e a subcoordenadora do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção ao Idoso à Pessoa com Deficiência (CAO Idoso/MPRJ), Renata Scharfstein.

assinaturamprj.pngDe acordo com a promotora de Justiça Georgea Marcovecchio Guerra, em termos práticos, o acordo já entrou em vigor: “Antes mesmo da assinatura, que veio formalizar a parceria entre as duas instituições, adaptamos os posts do Centro de Apoio Operacional às Promotorias Eleitorais (CAO Eleitoral/MPRJ) com o objetivo de divulgar as práticas que são permitidas ou vedadas durante o pleito eleitoral, para que esse material ficasse à disposição do INES para divulgação junto à comunidade surda”, explicou. Ainda segundo Georgea, o folder de divulgação das formas de acesso à Ouvidoria do MPRJ, em linguagem mais acessível para a pessoa surda, está sendo finalizado e passará a ser utilizado nos eventos externos da Ouvidoria Itinerante. 

Para o diretor do INES, a principal beneficiada com a assinatura do acordo é a comunidade nacional dos surdos. “Todos ganham com essa cooperação, mas eu acredito que a comunidade surda vai se beneficiar por estar em contato direto com uma instituição séria e que se utiliza de boas práticas, como o MPRJ. Temos a ideia, por exemplo, de criar subprogramas na TV INES para divulgar assuntos ligados à área do Direito. Por outro lado, a nossa expertise em tratar a pessoa com deficiência auditiva vai ser muito importante para que o Ministério Público desenvolva o seu papel cidadão”, completou Marcelo Cavalcanti.

O projeto MP Inclusivo tem como meta a contratação de 5%, entre as vagas existentes, de estagiários não-forenses com deficiência, estudantes do ensino médio, ensino profissional técnico do ensino médio, de educação especial e do ensino superior, proporcionando experiência educativa-profissional capaz de gerar oportunidades para o ingresso no mercado de trabalho.